Viu Manent 80 anos. Visita aos vinhedos, diário de campo

Por Verônica Chianca, do Chile



A celebração dos 80 anos da Viu Manent continua. Quarta-feira, 07 de outubro, foi dia de tour e atividades nos vinhedos La Capilla e El Olivar pertencentes a vinícola.

A paisagem é indescritível, o dia estava ensolarado. O agrônomo responsável, Miguel Mujica, apresentou as características do solo do vinhedo La Capilla, explicou tratar-se de um terreno composto por areia de sedimentação, profundidade de 60cm e drenagem perfeita, mesmo em tempos de maior volume de água.









Seguimos para o vinhedo El Olivar. O terreno é resultado de sedimentação tectônica, rocha fragmentada e arenito que permitem boa drenagem. Aqui as raízes das videiras crescem com mais profundamente.

Os deslocamentos no vinhedo El Olivar foi feito em caminhões. Algumas vezes, descemos e fomos a pé. Ao final, um Carmenere 2015, que será usado para elaborar alguns assemblages, esperava por nós. Alguma dúvida de que fomos a ele?

Outras surpresas nos aguardavam. Assistimos a exibição de exímios cavaleiros na arte da doma. É que Viu Manent mantem cavalos crioulos pastando nos cimos das montanhas, numa área fora dos vinhedos.  Um almoço frugal foi servido num tablado de onde se viam chefes de campo a cavalo e trabalhadores cuidando das parreiras.





No final da tarde, seguimos para Matanzas. Uma praia um pouco mais ao sul de Santa Cruz. A temperatura estava em 8 graus. Agasalhados e aquecidos pelo vinho, confraternizamos. Enólogos, agrônomos, importadores, distribuidores do Brasil, diretores, gerentes e proprietários da Viu Manent uniram-se no papo, na dança, na diversão que enfrentou a noite.

 
 
 
Facebook
 

Mande seu comentário

Nome: *
E-mail:
Mensagem: *

0 Comentários

Encontre diversos produtos e sabores em nossa loja.

 
 
// Todos os módulos, exceto vinhos, terão o flash dos vinhos.